Além do Paraná

Depois que a Ação Evangelizadora foi aprovada para a Igreja do Paraná, essa informação foi repassada, de imediato, a Dom Jaime Spengler, Arcebispo de Porto Alegre e Presidente da Comissão dos Ministérios Ordenados e Vida Consagrada da CNBB. Na verdade, ele estava acompanhando todo o desenrolar das atividades e, desde o início, tinha sido um grande incentivador e protagonista desta Ação Evangelizadora. Em diálogo com Dom Jaime surgiu a ideia de levar a Ação Evangelizadora ao conhecimento dos bispos dos três estados do Sul do Brasil.

Isso aconteceu durante a 55ª Assembleia Geral dos Bispos, realizada em Aparecida (SP), de 26 de abril a 5 de maio de 2017. No dia 27 de abril reuniram-se alguns bispos representantes dos três estados do Sul, junto de seus padres secretários e Pe. Mário Spaki, Secretário Executivo do Regional Sul 2, expôs a todos a proposta da Ação Evangelizadora, que já tinha sido aprovada pelos bispos do Paraná e que agora era levada como proposta para uma ação conjunta com os outros dois estados do Sul. A iniciativa foi acolhida com entusiasmo por todos e ficou decidido que seria levada ao conhecimento dos bispos de cada estado, em sua reunião, ainda no decorrer da Assembleia Geral dos Bispos.

Assim sendo, em 28 de abril, Pe. Mário Spaki esteve presente na reunião dos bispos do Regional Sul 3, Rio Grande do Sul, e apresentou brevemente a Ação Evangelizadora. Os bispos foram muito receptivos e aprovaram de imediato a proposta, que depois deveria ser aprofundada. Em 3 de maio, Pe. Mário Spaki esteve na reunião dos Bispos do Regional Sul 4, Santa Catarina, para uma mesma apresentação. Também os Bispos do Santa Catarina aderiram. Dom Nelson Westrupp, Administrador Apostólico da Diocese de Lages, disse: “Há muito tempo eu esperava algo assim dentro da Igreja!”. Claro que a frase deste sábio homem nos encheu de alegria.