Quando o Papa Francisco descobriu sua vocação

O Papa Francisco, aos 16 anos, teve um encontro com Deus que marcou a sua juventude e opção vocacional. Confira o relato do seu testemunho:

“O encontro com Deus aconteceu quando eu tinha quase 17 anos, exatamente no dia 21 de setembro de 1953. Estava indo encontrar-me com meus colegas de turma para um dia de acampamento. Na Argentina, 21 de setembro é primavera, e naquele dia havia uma festa dedicada a nós, jovens. Eu era católico, assim como minha família, mas nunca antes desse dia havia pensado em ir para um seminário ou em ter um futuro dentro da Igreja. Talvez quando era criança e servia como coroinha, mas era uma coisa muito sutil. Caminhando, vi a porta da paróquia aberta e algo me empurrou para dentro: naquele momento percebi um padre vindo na minha direção. Imediatamente senti o desejo de me confessar. Não sei o que aconteceu exatamente durante aqueles minutos, mas, seja o que for, mudou minha vida para sempre. Sai da paróquia e voltei para casa. Havia entendido de um modo forte e claro aquela que seria a minha vida: devia tornar-me sacerdote. Naquele tempo eu estudava química, trabalhava em um laboratório de análises, tinha uma namorada, mas dentro de mim continuava a ganhar sempre mais força a ideia do sacerdócio”.

(Do livro: Deus é jovem – Uma conversa com Thomas Leoncini)

b-728×90-07
você pode gostar também

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.